28.1.11

anti-RØCIPES

Crepes de maçã c/ doce de amoras & mirtilos
[Suécia]


Sobremesa servida no Anti-Restaurant de Natal Nova Criação™ dedicado à Escandinávia, no dia 17 de Dezembro de 2010. Anti-Restaurant" é um projecto ESTRUTURA.



Inspirei-me numa receita sueca que tirei de um livro sobre pequenos-almoços e brunches de todo o mundo, adicionando-lhe algumas nuances chef-róticas. Começo por descascar maçãs verdes, retirando-lhes o caroço e partindo-as em cubos. Molho-as com bastante sumo de limão e tempero-as com bastante açúcar mascavado e paus de canela. Levo ao lume com um bocadinho de água e deixo cozinhar lentamente, até a maçã começar a desfazer-se e a ficar com uma cor levemente acastanhada. Retiro do lume e reservo. De seguida preparo o doce de amoras e mirtilos: coloco num tacho a quantidade desejada de frutos (metade de amoras e metade de mirtilos) e o mesmo peso em açúcar refinado. Espremo dois limões grandes e adiciono três colheres de sopa de vodka lisa. Levo a lume brando e deixo que os frutos cozinhem, até começarem a desfazer-se, mexendo sempre para não se pegarem. Reservo no frigorífico. Para os crepes, bato 3 a 4 ovos (consoante o tamanho) com uma pitada de sal fino. Junto de seguida 12 colheres de sopa de farinha de trigo e misturo delicadamente. Adiciono, aos poucos, 250 ml de leite, e vou envolvendo muito bem, não permitindo que a massa faça grumos. Perfumo por fim a massa com 2 colheres de sopa de cognac e reservo-a, tapada, durante 30 minutos, findos os quais volto a bater a massa com uma vara de arames. Numa frigideira anti-aderente coloco uma noz de manteiga que deixo derreter, para nela fritar uma concha de sopa de massa de crepe de cada vez, dos dois lados, até tostar levemente. Depois de feitos todos os crepes, recheio-os com a mistura de maçã (tentando equilibrar a quantidade de puré e de pedaços maiores de maçã), assim como uma pitada leve de canela em pó. Fecho os crepes como mostra a figura em cima, coloco-os no centro do prato e aqueço-os no micro-ondas (30 segundos na potência máxima). Polvilho os crepes com açúcar baunilhado em pó e raspa de lima. Coloco por cima uma colher de sopa de doce de amoras e mirtilos e uma folha de hortelã.





































Chef Rø
2010