28.4.11

anti-RØCIPES

Moranga do Nordeste
[um bobó de camarão musical]

por Mariana Pimentel



Continuando o desenho do menu que iniciei aqui, chega agora a vez de disponibilizar a receita do bobó de camarão, especialidade nordestina que foi servida na casca de abóbora utilizada na receita anterior (deu tanto trabalho descarnar a abóbora que fiquei contente que a Mariana quisesse aproveitar a casca). Depois do risotto de moqueca e deste bobó, prometo fazer uma punheta de bacalhau quando for visitar a Mariana ao Brasil. Just sayin'... Até lá: 


...fazer um broche de camarão é simples (à excepção do descasque da mandioca, tarefa hercúlea que a mim me coube), mas demora algum tempo. A mandioca (1 Kg) é cortada em pedaços e colocada a cozer em água salgada até começar a desfazer-se. Noutra panela, cozem-se 500 gramas de camarão médio em água com sal, coentros em grão e pimenta-do-reino. Depois de cozido, escorre-se e reserva-se a água. Picam-se três dentes de alho e uma malagueta vermelha pequena (sem sementes) e levam-se a refogar em azeite; quando alourados, juntam-se os camarões e deixam-se cozinhar até ficarem crocantes. Reservam-se. Noutra frigideira, derretem-se duas colheres de sopa de manteiga, onde depois se refogam meia cebola picada, uma mão cheia de coentros frescos e meio pimento vermelho picado finamente. Juntamos este preparado à mandioca já cozida e ainda quente (aproveitar alguma da água de cozedura...), colocando depois cerca de 200 ml de leite de coco e 4 colheres de sopa de azeite de dendê (à venda em lojas brasileiras, nunca vi em mais sítio nenhum...). Bate-se esta mistura com a ajuda da varinha mágica e volta-se a colocar no lume. Se a mistura estiver muito espessa, vai-se juntando algum caldo da cozedura do camarão. Quando começar a levantar fervura, colocam-se os camarões (sem casca), tempera-se de sal, rectifica-se a quantidade de picante e termina-se com mais duas mãos bem cheias de coentros picados. Nesta altura, retira-se o bobó do lume, coloca-se dentro da casca de abóbora e decora-se com cebolinho em haste. Pode ser acompanhado com muitas coisas; nós fizemo-lo com arroz branco. Coentros frescos picados e azeite de dendê devem ser colocados na mesa para quem quiser aumentar a dose.