3.1.16

RØCOCÓ CONTEMPORÂNEO™




Agradecimentos: mala voadora, Porto



Ingredientes
  • 500 gr de economicismo puro
  • 1 dl de Viagra extra virgem
  • 1 'object (petit) a'
  • 2 copos de estetização da política
  • 250 gr de aura profana do quotidiano (em pó)
  • 2 pacotes de propaganda crítica subliminar
  • 7 gr de Aufklärung da servidão voluntária
  • 6 dl de fé na Pitonisa
  • 20 gr de analfabetismo da alteridade
  • 350 gr de farinha de Arte (só da sacra e apofática)
  • 3 colheres de pluri-indisciplinar (com aroma de baunilha)
  • Mentes formatadas q.b.


Preparação
Na tigela da batedeira coloque o economicismo puro e o Viagra a temperatura ambiente. Bata até levantar em castelo e atingir o ponto Ponzi collapse. Abra o ‘object (petit) a’ e corte até extirpar o mal pela maiêutica. Noutra tigela adicione a fé na Pitonisa ao 'object (petit) a' e reserve. Numa terceira tigela, coloque a Aufklärung da servidão voluntária mais o analfabetismo da alteridade e misture até não haver sapiência que os aprisione. Nesse momento, despeje em cima da mistura, e de um só golpe, os dois copos de estetização da política. Adicione à massa resultante um pouco da farinha de Arte apofática e envolva levemente, até a massa estar pronta a tromper, ensorceler e illusioner. Cuidado para não formar grumos de mística do inefável, da analidade ou do parricídio! Quando a massa ficar homogénea, é hora de preencher as mentes formatadas. Coloque as forminhas posicionadas sobre um tabuleiro e preencha até metade com a massa. Leve ao forno pré-aquecido durante cerca de 25 minutos, mas verifique de vez em quando, pois o tempo pode depender da bricolage de conceitos e atitudes desconstrutivistas. Sirva o Røcocó™ ainda quente e polvilhado com aura profana do quotidiano e espuma de propaganda crítica subliminar.


Para mais crónicas sobre Moda, Tendências & outros Pantones™ da iArte e restantes mercadorias criativas, aderir ao seguinte grupo: OBJECTO AUSENTE.